24/06/2015

Portonave descarta acordo para dividir linha asiática com Itajaí

Superintendente disse ainda que considera a decisão uma movimentação de mercado

O superintendente da Portonave, Osmari de Castilho Ribas, descartou um acordo para a divisão da movimentação de cargas dos seis armadores que compõem a chamada linha asiática com o Porto de Itajaí. A linha deixa Itajaí e passa a operar em Navegantes a partir de agosto.

“Não vejo composição possível de acordo entre os terminais. O armador é quem define onde vai operar”, afirmou durante evento de apresentação do novo relatório de sustentabilidade do terminal portuário.

Castilho disse ainda que considera a decisão uma movimentação de mercado, que ocorre rotineiramente quando os armadores consultam os diversos terminais disponíveis em busca de melhores condições de operação e melhores preços, e que não há nenhum impasse institucional entre os terminais. “Não há nenhuma saia justa ou conflito”, ressaltou o superintendente.

As negociações com os armadores tiveram início em maio e, segundo Castilho, as propostas apresentadas são sigilosas. O superintendente da Portonave afirmou que não tem informações sobre que fatores foram determinantes na opção pelo terminal de Navegantes. “Sabemos que os armadores levam em conta preço e condições operacionais. Mas não temos essa informação sobre o que desequilibrou a disputa a nosso favor”, disse.




Publicidade

Últimas Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt