terça, 17 de julho de 2018
20/06/2018 13:55

Portos do Paraná concluem mais uma etapa de reformulação

A intenção, além de apresentar o novo ambiente de trabalho, é promover a aproximação entre os profissionais e facilitar a adaptação nas equipes

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) completou mais uma etapa no processo de reformulação da estrutura administrativa. Trinta e cinco técnicos portuários aprovados em concurso público iniciaram as atividades nas funções de assistente administrativo, agente administrativo de segurança, técnico portuário e técnico de segurança do trabalho.
 
“Os novos colaboradores fazem parte do novo Plano de Cargos e Salários, que atende a transformação da Appa de autarquia em empresa pública. Essa mudança jurídica exigiu uma modernização do quadro funcional com um organograma mais completo e voltado para a atividade portuária”, explica o diretor-presidente da Appa, Lourenço Fregonese.
 
Desde 2014, quando a Lei Estadual 17.895/2013, regulamentada pelo Decreto Estadual nº 11.564/2014, transformou a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina em empresa pública, a Appa trabalha para garantir um corpo funcional qualificado e diversificado.
 
Em 2016, foram criadas 28 vagas para analistas portuários com formação superior em as áreas de administração, direito, tecnologia da informação, biologia, contabilidade, economia, engenharia e comunicação. O concurso público atendeu uma demanda histórica, depois de 29 anos da última seleção para nível superior, em 1988.
 
Para nível médio, o último concurso ocorreu em 2007, quando foram admitidos 62 funcionários.
 
INTEGRAÇÃO - Entre 4 e 8 de junho, os novos funcionários participaram de uma semana de integração e receberam informações sobre a história dos portos, movimentação de cargas, órgãos fiscalizadores, rotinas operacionais, situação jurídica da empresa, atribuições das diferentes áreas e diretorias, obras e projetos em andamento. O grupo também discutiu questões de saúde, segurança no trabalho e cuidados com o meio ambiente.
 
A intenção, além de apresentar o novo ambiente de trabalho, é promover a aproximação entre os profissionais e facilitar a adaptação nas equipes. “Foi muito bom conhecer meus colegas e saber mais sobre a realidade do porto. Me ajudou a entender melhor as diferentes relações que a empresa tem com toda comunidade”, disse o assistente administrativo Nelson Alves Rodrigues.
 
A maioria dos aprovados é natural de Paranaguá, mas também vieram profissionais de Morretes, Curitiba, Guarapuava, Londrina, Salvador e Rio de Janeiro.
 
Ao todo, foram convocados 21 agentes administrativos de segurança, sete assistentes administrativos, 10 técnicos portuários para operação aduaneira e logística e quatro técnicos de segurança do trabalho. Sete aprovados desistiram das vagas e a nova abertura do edital de convocação foi publicada no Diário Oficial em 08 de junho.



Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt