segunda, 25 de março de 2019
12/03/2019 16:54

Reduz o número de escalas de importação de automóveis em Itajaí

A redução nas escalas é creditada à crise no setor automobilístico no Brasil

Caiu significativamente o número de escalas que trazem para a cidade os automóveis da General Motors (GM-Chevrolet) importados pelo Porto de Itajaí neste ano. De quatro escalas previstas inicialmente para os meses de janeiro e fevereiro, apenas duas ocorreram. A redução nas escalas é creditada à crise no setor automobilístico no Brasil, que, inclusive, fez com que a Ford anunciasse o fechamento da montadora em São Bernardo do Campo (SP). No entanto, segundo a Assessoria de Comunicação Social do Porto de Itajaí, a redução das escalas vem sendo compensada pelo aumento no número de veículos desembarcados.

Procurada, a APM Terminals Itajaí alegou é a montadora que define o volume a ser operados, de acordo com a oferta e demanda. No entanto, sabe-se que o contrato firmado entre o terminal e a montadora previa escalas quinzenais e uma movimentação de aproximadamente 40 mil veículos.

Já o Porto de Itajaí confirmou a atracação do cargueiro Gral San Martin, às 6h desta sexta-feira, 15.No entanto, não informou o volume de automóveis a ser operado na cidade. Os veículos que chegam ao Porto de Itajaí, vindos de montadoras na Argentina, México e Estados Unidos, abastecem concessionárias no Sul e no Sudeste do país. São veículos mais caros da marca, como as SUV Equinox, Tracker e a linha Cruze.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt