domingo, 25 de agosto de 2019
10/04/2019 10:54

Movimentação nos portos da América Latina e do Caribe cresceu 7,7% em 2018

O movimento de carga conteinerizada nos portos da América Latina e do Caribe aumentaram 7,7% em 2018, em comparação ao ano anterior. Os dados são da Cepal. A análise inclui o comportamento de uma amostra de 31 países e 118 portos e áreas portuárias da região

De acordo com o relatório anual emitido pelo órgão das Nações Unidas — que em anos anteriores foi distribuído sob o nome "ranking do Porto" —, 66 portos e áreas portuárias melhoraram seus números em relação a 2017.

O volume total de atividade em 2018 excedeu 53,2 milhões de TEUs, que representa 7,1% do movimento mundial, demonstrando um aumento ligeiro na variação do ano anterior (quando atingiu 6,6% do total mundial).

Os dez países com maior contribuição para o volume total de carga operada representaram 84,1% do movimento regional. Estes são o Brasil, México, Panamá, Colômbia, Chile, Peru, Argentina, Equador, República Dominicana e Jamaica.

De acordo com dados da amostra da Cepal, em 2018 a Costa Leste da América do Sul aumentou a atividade portuária em 12%. Enquanto isso, a Costa Oeste da América do Sul manteve progressão ascendente, crescendo 7% em 2018 em comparação com os 6% registrados entre 2016 e 2017. O Caribe marcou um crescimento de 12% no movimento total, enquanto a América Central (excluindo o México) teve um crescimento mais sutil de 7%. 

A área do México do Golfo cresceu 8% em relação ao 2017 e o México Pacífico, 11%. O Panamá, por sua vez, apresentou crescimento em sua costa caribenha em (11%) em relação ao movimento total do país, enquanto sua costa do Pacífico registrou uma queda de -16%.

Nos primeiros 10 países, o transbordo total representa quase 30% do total movimentado pelos 31 países e 118 portos e áreas portuárias consideradas.

A Cepal também inclui a movimentação de portos em todo o mundo em 2018, liderada por Xangai (China), com 42,01 milhões de TEUs. Os dez maiores portos do mundo representaram 32,2% do volume global de 2018, enquanto os da América Latina e do Caribe representam 3,5%.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt