quinta, 04 de junho de 2020
30/09/2019 14:35

ATP avalia ranking ambiental de Terminais Portuários Privados

Entre os associados da ATP citados com destaque no ranking estão os terminais Portonave, Vale, Transpetro, Porto de Itapoá, DP World, ArcelorMittal, Usiminas e Gerdau

A ATP (Associação dos Terminais Portuários Privados), entidade que tem a maior representatividade do setor portuário privado no Brasil, avalia o Índice de Desempenho Ambiental, divulgado na quinta-feira (26) pela Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), de maneira positiva. Este já o segundo ranking do tipo feito pela Agência que engloba os Terminais e Uso Privado – TUP - e mostra quais são as empresas mais alinhadas aos 38 indicadores relacionados a conformidades legais vigentes no País e boas práticas em gestão ambiental, saúde e segurança de operações.

"Ter bons índices de desempenho ambiental comprova a preocupação que os TUP têm com a qualidade das operações, com a sociedade local e suas adjacências. São investimentos em projetos de sustentabilidade que visam a mitigação dos efeitos das mudanças ambientais e climáticas. Os Terminais acompanham as políticas públicas voltadas aos green bonds - títulos para investimentos em projetos “verdes”, que têm tido crescente valorização no mercado de capitais brasileiro e do exterior”, afirma o diretor-presidente da ATP, Murillo Barbosa.

Entre os associados da ATP citados com destaque no ranking estão os terminais Portonave, Vale, Transpetro, Porto de Itapoá, DP World, ArcelorMittal, Usiminas e Gerdau. As empresas que compõem a Associação movimentam 60% da carga portuária brasileira e respondem pela geração de 47 mil empregos diretos e indiretos.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt