segunda, 17 de fevereiro de 2020
16/01/2020 07:48

Exportações brasileiras de café bateram recorde em 2019

Considerando apenas as exportações de café verde, o volume embarcado pelo Brasil aumentou 14,8% no ano passado, para o recorde de 36,6 milhões de sacas

As exportações brasileiras de café aumentaram 13,9% em 2019 e alcançaram o volume recorde de 40,6 milhões de sacas, considerando a soma do café verde,
Apesar do maior volume exportado em 2019, a receita com as exportações de café caiu 1,1%, para US$ 5 bilhões. O preço médio da saca recuou 13,2% na mesma base de comparação, para US$ 125,49 por saca.
“Até outubro, o mercado trabalhou com uma média de 80 centavos de dólar por libra-peso em Nova York, com recuperação apenas em novembro e dezembro. Acredito que neste ano teremos uma média de vendas com cotações melhores”, afirmou o presidente do Cecafé, Nelson Carvalhaes, em entrevista coletiva. Na última terça-feira, os contratos futuros de café arábica com vencimento em março fecharam a US$ 1,1490 por libra-peso.

Considerando apenas as exportações de café verde, o volume embarcado pelo Brasil aumentou 14,8% no ano passado, para o recorde de 36,6 milhões de sacas. Os embarques da espécie arábica cresceram 11% em 2019, para 32,6 milhões de sacas, enquanto as exportações da conilon aumentaram 59,5% no período, para 3,9 mil sacas.

Entre os principais destinos dos embarques, os Estados Unidos permanecem como maior cliente do café brasileiro, com a importação de 7,9 milhões de sacas em 2019, o equivalente a 19,4% do volume total embarcado pelo Brasil no ano passado. O segundo maior destino foi a Alemanha, com 6,8 milhões de sacas, seguida da Itália, com 3,6 milhões de sacas. Com informações do Valor 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt