sexta, 10 de abril de 2020
14/02/2020 09:11

Primeira réplica da NAU Santa Maria, construída no Brasil, será lançada ao rio

É um navio moderno, todo feito de aço e revestido de madeira. Possui cerca de 28 metros de comprimento, 9 de largura e 18 de altura, pesando cerca de 160 toneladas. Terá capacidade de levar até 150 passageiros e mais 6 tripulantes

Um estaleiro de Itajaí, em Santa Catarina, foi escolhido para construir uma peça semelhante a caravela que trouxe Colombo às Américas. O primeiro teste na água com a embarcação “ Nau Santa Maria ” está marcado para esta sexta-feira, às 9h, no rio Itajaí-Açu, e acontece após 3 anos do início da construção. 
 
A réplica da embarcação histórica onde Colombo navegou (1451-1506) está sendo montada no estaleiro Felipe, no bairro São João. O navio passa a integrar uma lista seleta de  Naus “ Santa Maria ”, espalhada pelo mundo. São apenas 4 no planeta, motorizadas como esta. 
 
O investimento total é de U$ 3 milhoes. É um navio moderno,  todo feito de aço e revestido de madeira. Possui cerca de 28 metros de comprimento, 9 de largura e 18 de altura, pesando cerca de 160 toneladas. Terá capacidade de levar até 150 passageiros e mais 6 tripulantes. 
 
Nau Santa Maria já tem destino: quando pronta, irá para os mares do Caribe, onde vai virar uma atração turística em regiões famosas como Curaçao, San Martin e República Dominicana. Será usada em passeios durante o dia e transformada em restaurante no período da noite. A ida para lá deve ocorrer em meados deste ano. Devido ao tamanho e porte, seguirá a Costa Brasileira até o destino final, numa aventura que deve durar até 40 dias, para chegar no Panamá, sua primeira parada. Até lá, ficará ancorada em um cais, onde fará os ajustes finais para navegação.
 
Os trabalhos na cidade são coordenados pela empresa H Ace - Hosang Assessoria em Importação e Exportação. Eles consistem em um contrato para a construção de 5 destas embarcações com opção para mais 5, em um investimento de 30 milhões de dólares. Outra boa notícia é a negociação em andamento para a construção de outras 4 réplicas do famoso navio Pérola Negra, barco usado no filme Piratas do Caribe. A estimativa de investimento é de 7,5 milhões de dólares para cada uma, ou seja, mais 30 milhões de dólares. 
 
Segundo o Diretor da H Ace, Jorge Irineu Hosang, “ as embarcações serão usadas na exploração turística no Caribe, em locais como Aruba, Curaçao, ambas nas Antilhas Holandesas, Punta Cana na República Dominicana, Cuba, San Martin, Panamá (localidade onde as embarcações estão sendo registradas) e outras localidades turísticas do Caribe. Com certeza, um atrativo a mais para as ilhas caribenhas”, finalizou.
 



Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt