quarta, 02 de dezembro de 2020
13/04/2020 08:45

Movimentação superior nos portos mostra que pandemia não atrapalha exportações de grãos


Os portos brasileiros apresentam movimentação superior no 1º trimestre frente ao mesmo período de 2019, sendo que via o Arco Norte, um dos principais terminais para o escoamento da safra do Mato Grosso, não há gargalos.

O Movimento Pró-Logística (MPL), fórum de articulação dos produtores de soja/milho e algodão do Mato Grosso, no âmbito da Aprosoja MT e Ampa, vê, portanto, tranquilidade nas operações face o temor de paralisia que se esboçava há alguns dias por causa dos problemas originados pelo isolamento em muitas regiões.

O MPL promove discussão na próxima terça (14) sobre o Agronegócio em Tempos de Covid-19, junto com CNA, Imea e governo federal.

Edeon Vaz Pereeira, diretor-executivo, avalia em 17,26% o aumento dos transbordos nos terminais brasileiros. E em Barcarena, em Vila do Conde (Pará), as operações somam 1 milhão de toneladas a mais que de janeiro a março de 2019.

“Dados mostram que não encontramos problemas na movimentação da safra safra”, afirma Vaz Pereira.

Os problemas que foram resolvidos, que prejudicaram o transporte rodoviário e a chegada das cargas nos modais marítimos estiveram relacionados à rede de apoio aos caminhoneiros – restaurantes e borracharias, por exemplo – que esteve fechada até que alguns acordos foram promovidos entre autoridades regionais e o MPL.

Um novo balanço será apresentado durante o fórum virtual de depois de amanhã, a partir das 17 horas com presença de Vaz Pereira, Daniel Latorraca (economista do Imea), Bruno Lucchi (CNA) e Luiz Eduardo Rangel (Mapa e membro do conselho de crise da Casa Civil.) om informações da Moneytimes




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt