sábado, 08 de agosto de 2020
08/07/2020 14:17

Produção industrial catarinense caiu 28,6% em maio

Todos os setores pesquisados registraram retração no mês. Queda acumulada no ano chega a 15,4%

Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (8), a produção industrial de Santa Catarina recuou 28,6% em maio na comparação com o mesmo mês do ano passado. Com a terceira queda consecutiva, a indústria catarinense já acumula queda de 15,4% em 2020.

Todos os 13 itens pesquisados registraram retração no período. As principais quedas nominais foram da metalurgia (-58,4%), na fabricação de veículos (-53,1%), e na confecção de artigos de vestuário (-48%).

O principal subsetor em Santa Catarina, a indústria de transformação, também teve uma retração importante em maio: -28,6%. Outro setor vital para economia catarinense que também registrou queda foi a fabricação de produtos têxteis, que caiu 30,7%.

Dos 14 estados pesquisados, apenas um (Goiás) não apresentou redução na produção industrial. A retração em Santa Catarina foi superior a média nacional, de -21,9%, e quarta pior do país no período, atrás apenas do Ceará (-50,8%), Amazonas (-47,3%) e Espírito Santo (-31,7%).

 

Comparação mensal 

Com mais liberações das atividades econômicas, o Estado voltou a registrar alta na comparação com o mês anterior. De abril para maio, a produção industrial catarinense subiu 5,4%.

No Brasil, esta recuperação também pode ser observada: 11 das 14 unidades da Federação pesquisadas registraram alta no período. A média de crescimento nacional ficou em 7%.

Apesar da alta em maio, o acumulado do ano ainda é de retração para 12 estados brasileiros. Apenas Rio de Janeiro (2,8%) e Pará (0,9%) estão com a produção industrial em alta. Nos cinco primeiros meses do ano, a indústria brasileira caiu 11,2%.

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt