quinta, 01 de outubro de 2020
24/07/2020 17:08

7 dicas financeiras de quem tem mais experiência de vida

No dia dos avós, Serasa convida Avós da Razão para dar dicas essenciais para o bolso da população mais idosa

No dia 26 de julho é celebrado o Dia das Avós. Uma data simbólica, mas que nos faz lembrar com carinho dessas pessoas queridas. Aproveitando a data que destaca o grupo mais maduro da população, a Serasa, startup e braço B2C da Serasa Experian, convidou Gilda, de 78 anos, Sonia, de 82 anos e a Helena, de 91 anos, do canal Avós da Razão, para darem dicas financeiras baseadas em suas experiências de vida. Afinal, o envelhecimento da população é uma realidade em todo o mundo e aqui no Brasil, 5% da base de pessoas ativas financeiramente na Serasa (2MM) estão acima de 60 anos.

 

1. IR AO BANCO NUNCA MAIS!

 

Passar horas na fila do banco, definitivamente, é perda de tempo. As Avós da Razão destacam a facilidade em utilizar os aplicativos de bancos e a variedade de serviços online.

 

Elas moram em São Paulo e cumprem rigorosamente a quarentena. Os aplicativos dos bancos têm sido uma verdadeira mão-na-roda nesse momento. E por eles elas podem fazer:

 

Transferências bancárias;

Verificação de extrato;

Atendimento de especialista;

Pagamento de boletos, empréstimos, consultados à poupança e investimentos  e muito mais, tudo pelo celular e sem sair de casa.

 

2. A FACILIDADE DO DÉBITO AUTOMÁTICO

 

Além de fazer pagamentos online, o trio de vovós também destaca a possibilidade de deixar as contas em débito automático. O que é ainda mais prático. Contas como a de energia elétrica, de água, de gás, de telefone e até a fatura do cartão de crédito, podem ser pagas com esta facilidade.

 

Dessa forma, não tem como se esquecer de fazer o pagamento ou até pagar duas vezes a mesma fatura. Acredite, mas isto acontece.

 

Para utilizar o débito automático é preciso entrar em contato com o credor (companhia de energia, água, gás etc.) e informar o interesse em débito automático e seus dados bancários. Muitas empresas informam na conta os dados para inclusão da fatura no débito automático.

 

Depois disso, é necessário falar com o seu banco e autorizar o procedimento. Prontinho. Agora todos os meses essa conta será paga automaticamente (conforme a disponibilidade de dinheiro na sua conta).

 

3. MEU CPF, MINHA INDEPENDÊNCIA

 

A Gilda falou um pouco sobre o passado e como era dependente financeiramente do marido. Ele era o único que tinha trabalho remunerado (com salário); ela trabalhava em casa cuidando do lar e das crianças. Inclusive, Gilda destaca essa grande mudança no papel das mulheres hoje em dia.

 

Mas você acredita que ela não tinha nem CPF? Isso mesmo, na época, era opcional, e a Gilda utilizava o documento do marido. Somente quando veio o divórcio dos dois é que ela obteve seu Certificado de Pessoa Física (CPF).

 

4. CARTÃO DE CRÉDITO COMO ALIADO

 

Cheque é coisa do passado! As Avós da Razão contam que já utilizaram muito esse recurso, mas hoje o que ajuda mesmo é o cartão de crédito. Inclusive, muito necessário em compras pela internet. Alguns sites disponibilizam o pagamento através de boleto bancário, mas grande parte permite apenas o cartão de crédito.

 

Utilize com cautela e lembre-se dos nossos conselhos do Serasa Ensina. O limite do seu cartão NÃO representa os limites para gastos no seu orçamento.

 

E se você ainda não tem cartão, é possível fazer o pedido através do Serasa eCred. Todo o procedimento é online e não precisa sair de casa.

 

5. DICA DE VÓ: O CARTÃO DE CRÉDITO É SEU, APENAS SEU

 

Dos mesmos criadores de “Leve a blusa porque vai esfriar”, vem aí: “Não empreste o seu cartão!”

 

Sabe aquele amigo que pediu o cartão de crédito emprestado? Então, a Helena emprestou o dela e caiu numa fria. A pessoa simplesmente não fez os devidos pagamentos e a dívida ficou no nome dela.

 

O que ela tirou de aprendizado disso tudo? O cartão de crédito é de uso PESSOAL. O ideal é não emprestar, mas se fizer isso, avalie muito bem esse “amigo” e pense nos riscos.

 

6. FIQUE ATENTO E FUJA DE GOLPES

 

A Sonia fala um pouco, ainda espantada, sobre a criatividade dos golpistas. Ela já recebeu algumas ligações sobre falsos sequestros com membros da família. Infelizmente, isso é comum. Separamos algumas dicas caso isso aconteça com você:

 

Mantenha a calma! Não informe o nome dos seus familiares. Por exemplo, perguntas do tipo “é a minha filha Maria?” somente ajudam os criminosos. Eles não sabiam o nome da sua filha e agora sabem. Com isso, fica mais fácil gerar pânico em você e te convencer a realizar pagamentos indevidos.

Desligue a ligação imediatamente.

Entre em contato com seus familiares e verifique se estão bem.

Em seguida, bloqueie o número que te ligou.

Se por um acaso for um sequestro legítimo, lembre-se SEMPRE de informar a polícia.

 

7. O PODER DA RESERVA DE EMERGÊNCIA

 

Sendo muito experientes, Gilda, Helena e Sonia falam com propriedade sobre a importância desse recurso. A reserva de emergência é aquela quantia que vai te ajudar no caso de imprevistos no orçamento.

 

Pode ser o carro que quebrou, situações de doença, demissão ou qualquer outro acontecimento que não estava previsto. Esse valor não pode ser guardado junto de outros investimentos. Ele precisa estar separado, de preferência no banco e com possibilidade de fácil acesso.

 

Em termos técnicos, precisa ter alta liquidez. Significa que você poderá resgatar (sacar) esse dinheiro com facilidade. Afinal de contas, imprevisto não avisa quando vai acontecer. É comum que essa reserva seja guardada na poupança.

 

O DIA É DAS AVÓS, O PRESENTE É PARA TODOS

 

Essas dicas valiosas de quem tem experiência de vida e propriedade para falar, fazem parte da nova campanha da Serasa, na qual as Avós da Razão se unem e contam diversos episódios de suas vidas onde a questão financeira esteve presente, e alertam para o risco de golpes que são focados em sua faixa etária.

 

Segundo Nathália Dirani, Gerente de Marketing da Serasa, a ideia da ação é mostrar que existe, sim, vida financeira na senioridade: “Nosso objetivo é descomplicar a digitalização para esse público e manter os vovôs e vovós atualizados sobre o mundo das finanças. Independente da idade, o acesso à informação é fundamental.”

 

Além do vídeo da ação que está disponível no Youtube, Instagram e LinkedIn da Serasa, as vovós também gravaram um episódio incrível para o podcast da Serasa Ensina! Modernas, não? O episódio está disponível em todas as plataformas de streaming para você poder escutar.

 

Sobre a Serasa

 

Desde 2012, a Serasa é o braço da Serasa Experian e responsável por estreitar o relacionamento entre a empresa e o consumidor. Em 2017 passou por uma reformulação, se tornou startup e lançou diversos serviços digitais voltados para melhoria da saúde financeira do consumidor, como Serasa Score, Serasa eCred, Serasa Antifraude, Serasa Ensina e Novo Serasa Limpa Nome. A intenção de ter todos esses produtos é estar presente em toda a jornada financeira das pessoas, descomplicando o acesso ao conhecimento e democratizando o crédito para os brasileiros de uma forma rápida, prática e justa.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt