sábado, 20 de abril de 2024
01/03/2023 11:03

Autoridades prestigiam abertura da 27a Intermodal South America

Ministros, secretários e presidentes de entidades do setor falaram sobre a importância de investimento em multimodais

A 27a Intermodal South America começou com números superlativos. Com 27% a mais em quantidade de expositores comparada à edição de 2019, o evento superou seus próprios recordes em diversidade entre as mais de 500 marcas expositoras. O evento segue até a próxima quinta-feira, 2, no São Paulo Expo, em São Paulo.

"Começamos em grande estilo, com uma visitação maciça de profissionais, representantes de todos os setores da economia, de vários países do continente e de outras regiões do mundo", comentou o gerente da Intermodal South America, Michael Fine.

Abertura


A 27ª edição da Intermodal South America contou com a presença de autoridades e representantes de entidades do setor, que se colocaram à disposição para debater os desafios e avanços dos modais brasileiros. O COO da Informa Markets, Nicholas Owen, destacou o importante momento de retomada econômica que o país vive e a importância da discussão acerca do custo Brasil. “No ano passado, o custo Brasil consumiu 3% do PIB. O investimento em infraestrutura é a única condição para melhorar isso e posicionar o país como um dos grandes players internacionais. A Intermodal é o principal encontro do setor para esse debate”.

O ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, ressaltou a importância humanitária que a aviação e os portos nacionais exercem no Brasil. “Estamos levando 16 dias para entregar alimentos aos ianomâmis, quando isso poderia ser feito em poucas horas, caso houvesse mais infraestrutura na região. A ajuda que chegou ao litoral norte de São Paulo após as fortes chuvas foi enviada por meio do Porto de Santos, o que reforça a importância de termos portos públicos”.

França reafirmou também a necessidade de investimentos em portos offshore, inclusive para atender às embarcações de grande porte sem a necessidade de altos investimentos em dragagem, além da ampliação da malha hidroviária e a antecipação de estudos sobre condições e mudanças climáticas que possam interferir no setor.

De acordo com o ministro dos Transportes, Renan Filho, investimento em tecnologia e qualidade para obras estratégicas deve ser prioridade da pasta, bem como a discussão da reforma tributária que afeta o setor. “É preciso restabelecer alguns parâmetros econômicos, pois, hoje, investimos menos de 2% do PIB em infraestrutura, o que é muito pouco dado o tamanho do Brasil. A reforma tributária também deve sair do papel com ajustes que favorecem o desenvolvimento do setor. Teremos em 2023 o investimento de recursos proporcionais a quatro anos para os transportes, o que representa um avanço para a população e para as empresas da cadeia logística”, destacou o ministro.

O diretor geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Eduardo Nery, afirmou que a prioridade inicial da pasta é o desenvolvimento das hidrovias brasileiras. De acordo com o diretor, já está em curso um estudo para a primeira concessão do tipo no país. “Estamos realizando estudos para avaliação da concessão da hidrovia Brasil - Paraguai, que deve favorecer o escoamento da safra e as relações bilaterais entre os dois países. Essa é uma iniciativa precursora na área”.

Para o diretor geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Rafael Vitale, o evento reforça a importância das discussões sobre a intermodalidade. “Nosso objetivo hoje é de revisitar as concessões que tenham dificuldade de avançar e, também, buscar apoios privados para melhorar o processo de modernização do modal rodoviário, com o compromisso de contribuir para o desenvolvimento do país”.

Vander Costa, presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), afirmou que a modernização dos modais de transporte, por meio da tecnologia, preservando o meio ambiente é o objetivo desta gestão. “A necessidade de investimentos nos diversos modais de transporte é urgente na diminuição da desigualdade social do país”, afirmou.

O presidente da Associação Brasileira de Logística (Abralog), Pedro Moreira, destacou a importância de unir a tradicional conferência logística da entidade à Intermodal. Neste ano, as palestras da conferência integram a grade de apresentações do evento. Moreira também reforçou a necessidade de um manifesto conjunto do setor a respeito das pautas prioritárias para o desenvolvimento logístico do país. “Acredito que podemos aproveitar a presença dos representantes de todos os modais para criarmos, ao final do evento, um manifesto conjunto sobre os pontos estratégicos do setor para ser entregue aos nossos governantes. O Brasil precisa ser multimodal”. 

Também estiveram presentes no evento de abertura Claude Samson, presidente da entidade francesa AFILOG, Mariana Pescatori, diretora presidente da Infra S.A., Josualdo Conceição, diretor presidente da ABTP e Elber Justo, presidente da MSC.

Sobre a Intermodal South America
A Intermodal South America, o maior e mais completo evento das Américas para o setor de transporte de carga, logística, intralogística e comércio exterior É o principal ponto de encontro para as mais importantes empresas de toda a cadeia de valor. Serão três dias de evento presencial, de 28 de fevereiro a 02 de março de 2023, no São Paulo Expo, que representam um momento único para todos os players e profissionais destes mercados. Além do evento presencial, a Intermodal é também uma plataforma de negócios completa, que visa proporcionar ambientes propícios, ao longo dos 365 dias do ano, para networking, relacionamento, atualização profissional, debates/discussões/articulações e novos negócios – por meio de encontros online e offline, bem como por plataformas digitais de conteúdo, que reúnem embarcadores de carga de diversos setores e todos os players da cadeia de valor.
 

Sobre a Informa Markets
A Informa Markets cria plataformas para indústrias e mercados especializados em fazer negócios, inovar e crescer. Seu portfólio global é composto por mais de 550 eventos e marcas internacionais, sendo mais de 30 no Brasil, em mercados como Saúde e Nutrição, Infraestrutura, Construção, Alimentos e Bebidas, Agronegócio, Tecnologia e Telecom, Metal Mecânico, entre outros. Oferecendo aos clientes e parceiros em todo o mundo oportunidades de networking, de viver experiências e de fazer negócios por meio de feiras e eventos híbridos, conteúdo digital especializado e soluções de inteligência de mercado, construindo uma jornada de relacionamento e negócios entre empresas e mercados 365 dias por ano. Para mais informações, visite www.informamarkets.com.br ou entre em contato pelo e-mail institucional@informa.com.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt