sábado, 20 de abril de 2024
21/03/2023 18:02

Porto de Imbituba celebra melhor fevereiro de sua história


Com operação de 503,8 mil toneladas em fevereiro e crescimento de 8,4% na movimentação mensal, se comparado ao mesmo período do ano anterior, o Porto de Imbituba tem agora um novo recorde, com o melhor de fevereiro da história do complexo portuário. Ao todo, foram atendidos 21 navios, principalmente de exportação de granéis sólidos.

“Santa Catarina é o único Estado do Brasil com cinco portos competitivos, que podem exportar para qualquer lugar do mundo e importar produtos para as regiões Sul, Sudeste de forma muito mais ágil que nossos concorrentes. Nossa SC é diferenciada”, explicou o governador Jorginho Mello.

A liderança graneleira no Porto de Imbituba foi alavancada pela movimentação de produtos agrícolas, que apresentou alta de 418,7% em relação a fevereiro do ano passado. Os granéis minerais, que marcaram cerca de 80% das operações de fev/2022, apresentaram retração de 34,6%, no último mês, passando para a fatia de 48,8% do total operado, mas ainda mantendo a dianteira no ranking de volume de cargas. No período, as principais cargas que passaram pelo complexo portuário foram: coque de petróleo (176,3 t), milho (71,6 t), contêineres (59,8 t), ferro-gusa (56,7 t) e farelos de milho e soja (56,3 t).

Quanto ao desempenho dos contêineres, que hoje contam com uma escala semanal de cabotagem, houve incremento de 60,7% na tonelagem transportada no último mês, frente a fev/2022, e consequente alta de 63,3% no número de TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) movimentados.

Com 6,7% do total de produtos atendidos pelo Porto de Imbituba em fevereiro, as cargas gerais foram o segmento com maior aumento (+71,6%), com destaque para a exportação de toras de madeira. Também houve desembarques de guindaste e barrilha em big bags e carregamentos de geradores.

 

Exportações crescem 108,2% em fevereiro e lideram as operações

Os embarques de granéis agrícolas, coque, ferro-gusa e toras de madeira foram os principais motores para o incremento das exportações, que fecharam fevereiro com alta de 108,2% e a fatia de 69% do volume total de toneladas que passaram pelo Porto de Imbituba.

“Estamos visualizando a tendência de aumento do volume enviado ao exterior em praticamente todos os segmentos de cargas, o que é muito positivo para nossa balança comercial e participação no mercado internacional”, afirma o diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Luís Antonio Braga Martins.

Só em 2022, o valor exportado ao longo do ano por meio do Porto de Imbituba subiu 61,2% em relação a 2021, ultrapassando a marca de 1 bilhão de dólares, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

 

Alta demanda e perspectiva de crescimento impulsionam melhorias

Para atender a demanda em ascensão, já visível com os navios ao largo aguardando para atracar, a SCPAR Porto de Imbituba anunciou recentemente o planejamento de aumento da área acostável, para recebimento simultâneo de até seis navios. Hoje, a capacidade máxima do Porto é de quatro navios atracados. Além disso, a Autoridade Portuária informou as ações para melhorar a eficiência no fluxo de caminhões, com projetos nos campos da automatização e ampliação de balanças e portaria.

“Esse momento de virada do Porto de Imbituba é evidente nos resultados e nos planos que estão tomando forma, e o olhar estratégico do Governo do Estado para a área de portos, com a criação de uma secretaria dedicada à questão, traz uma perspectiva ainda mais positiva de desenvolvimento, com uma atuação sistêmica de estado”, avalia Braga.

 

Comunicação Social SCPAR Porto de Imbituba




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt