sexta, 12 de abril de 2024
12/04/2023 15:09

Porto de Imbituba realiza melhor março de sua história


Ancorado na perspectiva de crescimento, o Porto de Imbituba, sob a administração do Governo do Estado, através do governador Jorginho Mello, que deu um destaque a área portuária, com a recente criação da Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias, atualizou seu livro dos recordes no último mês com a maior movimentação de cargas já registrada em março e o segundo melhor resultado mensal de sua história. Ao todo, foram operadas 710,3 mil toneladas, um crescimento de 32,2% em relação a março/2022. O ótimo desempenho em março concretizou, também, o encerramento de um primeiro trimestre histórico, totalizando 1,7 milhão de toneladas e crescimento de 3,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

Seguindo a tendência registrada no primeiro bimestre deste ano, as exportações de março superaram as importações, com 53,6% do total movimentado. O embarque de cargas ao exterior foi responsável por 35,8% das toneladas operadas e a cabotagem ficou com a fatia de 10,6%.

“O mundo quer comprar os produtos de Santa Catarina. Nossa gente é trabalhadora, empreendedora e exporta hoje para mais de 170 países os produtos do nosso agronegócio e das nossas indústrias”, disse o governador Jorginho Mello.

Dos 27 navios atendidos no último mês, a maioria foi do tipo graneleiro. O ranking de cargas transportadas teve a liderança do coque de petróleo (241,2 mil t), farelos de milho e soja (137,6 mil t), contêineres (75,1 mil t ou 5.108 TEU), milho (68,5 mil t) e sal (50,2 mil t). No portfólio do Porto, a novidade foi o início das importações de óleo de girassol.

Conforme explica o diretor de Planejamento e Operações da SCPAR Porto de Imbituba, José João Tavares, a alta operacional foi aquecida pela movimentação de granéis sólidos. “Esse grupo de cargas, composto pelos granéis minerais e agrícolas, teve um incremento expressivo de 80,7% em relação a março do ano passado, principalmente pelo aumento na comercialização de coque, farelos e milho”, complementa Tavares.

“Para o ano, nossa expectativa é vivenciar mais uma marca inédita, em torno de 7,4 milhões de toneladas, com alta de cerca de 3% se comparado a 2022”, afirma Luís Antonio Braga Martins, diretor-presidente do Porto.

 

Novos investimentos

O resultado operacional positivo que o complexo portuário apresenta vem acompanhado de anúncios de novos investimentos pela SCPAR Porto de Imbituba. Na última semana, foram anunciados R$ 11,2 milhões em investimentos da Autoridade Portuária em obras e aquisições para incremento na capacidade de movimentação do Porto. O pacote de melhorias inclui os lançamentos dos processos licitatórios da derrocagem no Cais 1 e construção de dolfim no Cais 2, que vão ampliar a área de acostagem, além do processo de compra de novas balanças rodoviárias, com a automatização de todo o sistema existente, que agilizará o fluxo de pesagem de cargas.

“Estamos com um trabalho pautado por planejamento estratégico e em sintonia com as diretrizes de impulso ao crescimento logístico-portuário do Estado de Santa Catarina, que o governador Jorginho Mello acompanha de perto, com uma Secretaria dedicada à questão. As melhorias têm disponibilidade orçamentária garantida com caixa próprio da Autoridade Portuária e vão sair do papel para tornar realidade a necessária ampliação da capacidade operacional do Porto de Imbituba”, avalia Braga Martins.

 

Setor de Comunicação Social




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt