sexta, 12 de abril de 2024
28/04/2023 14:59

Indústria de SC lidera geração de empregos, com 25,8 mil novas vagas

Construção, têxtil, confecção, couro e calçados e alimentos e bebidas estão entre os setores que mais abriram postos de trabalho no estado

A economia catarinense criou 48,5 mil novos empregos formais, no primeiro trimestre do ano. As vagas de trabalho de Santa Catarina cresceram 2,1% em relação ao final de 2022, quase o dobro do índice nacional, que aumentou 1,2% no mesmo período.  A indústria foi o setor que mais contribuiu para esse resultado, de acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego, analisados pelo Observatório FIESC. 

“O aumento das vagas formais em Santa Catarina decorre do desenvolvimento econômico do estado e da competitividade das nossas indústrias. Esse movimento gera oportunidades em diversos setores produtivos, contribuindo para os bons índices de empregabilidade e de renda”, afirmou Gilberto Seleme, presidente em exercício da FIESC.

A indústria lidera a geração de empregos, com 25.824 novas vagas no primeiro trimestre de 2023. Em seguida, ficou o setor de serviços, com 21.052, e a agropecuária, que teve saldo de 2.639. Já o comércio fechou 1.044 vagas no período analisado. No mês passado, foram geradas 11.885 novas vagas em Santa Catarina, superando março de 2022, quando 7.247 mil postos de trabalho foram criados.

 “O aumento dos empregos na indústria, no primeiro trimestre do ano, contou com importantes contribuições dos setores de construção (7.585), têxtil, confecção, couro e calçados (5.970) e alimentos e bebidas (3.115). O crescimento dá continuidade à recuperação das vagas fechadas no final de 2022, além de refletir o ritmo do consumo das famílias e das exportações no estado”, explicou Marcelo de Albuquerque, economista do Observatório FIESC.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt