sexta, 12 de abril de 2024
05/05/2023 15:16

Portos & Costas Brasil – 2023 reúne players da engenharia costeira e portuária, navegação, dragagem e áreas correlatas

Congresso técnico acontece dias 22 e 23 de maio, no Hotel Mercure, em Balneário Camboriú

Em cerca de 15 dias Balneário Camboriú se transformará em um polo de discussões e disseminação de conhecimento técnico e experiências práticas relacionadas a temas ligados a áreas como engenharia costeira e portuária, meio ambiente, navegação, hidrovias, dragagens, marinas e cruzeiros. O Portos & Costas Brasil – 2023 está programado para os dias 22 e 23 de maio, no Hotel Mercure. O evento está em sua segunda edição e é realizado pela MTCN Soluções Sustentáveis em Dragagens, Portos e Costas.
Serão dois dias de palestras e debates feitos por especialistas de instituições governamentais como o Ministério dos Portos e Aeroportos, Agência Nacional dos Transportes Aquaviários, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais, Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias de SC; Praticagem do Brasil, Capitania dos Portos de SC, Porto de São Francisco do Sul, Portos do Paraná, Porto de Itapoá, Porto do Açu. Na área náutica e de cruzeiros estão confirmados representantes da BR Marinas, Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos e Associação Náutica Brasileira. 
O evento também vai reunir técnicos das empresas como a MIND Estudos e Projetos de Engenharia, Wosniak Engenharia, Tucumann Engenharia, VLI Logística, Solve Shipping Intelligence, Geo Marine Survey Systems, Econservation Estudos e Projetos Ambientais e Agência Porto Consultoria. Na área de pesquisa estão confirmados especialistas da Universidade de São Paulo e Universidade Federal de Santa Catarina. 
Na programação constam ainda cases de grandes players dos setores que compõem a temática da edição deste ano do congresso Portos & Costas Brasil. Entre eles os gigante Terminal Investiment Limited, Jan de Nul, Van Oord Serviços e Operações Marítimas e PIANC Brasil.
“Nesta edição procuramos abranger setores que vêm passando por mudanças influenciadas por questões econômicas, ambientais e regulatórias, o que demanda de constantes discussões em âmbitos técnicos e governamentais, para que se mantenham competitivos”, explica o curador do congresso, Mauricio Torronteguy. “São temas sempre atuais nas esferas técnicas e governamentais, que precisam ser constantemente revistos e atualizados”, acrescenta.

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt