sábado, 20 de abril de 2024
19/07/2023 13:38

Porto de Imbituba fecha melhor 1º semestre de sua história


A soma de 3,7 milhões de toneladas movimentadas de janeiro a junho garantiu ao Porto de Imbituba recorde histórico de movimentação para o primeiro semestre. O desempenho do complexo portuário também apresentou crescimento de 6,4% na tonelagem total se comparado ao realizado no mesmo período do ano passado, quando foram movimentadas 3,5 milhões de toneladas de mercadorias.

No período, foram atendidos 145 navios (+4,3%), principalmente de produtos para exportação. O volume de cargas enviadas ao exterior cresceu 33,7% e representou 52,1% da tonelagem total transportada via Porto de Imbituba este ano. No sentido inverso, as operações de importação garantiram 35,6% da tonelagem total, com queda de 17,8% se comparado a jan-jun/2022. Já a cabotagem, navegação dentro do Brasil, representou 12,3% da movimentação do Porto e obteve alta de 5,5% em relação ao ano passado.

“É gratificante constatar que o trabalho que está sendo desenvolvido pela direção do Porto e por essa gestão do Governo do Estado, orientada pelo Governador Jorginho Mello e com protagonismo para a atividade portuária, e a confiança da iniciativa privada, estão rendendo bons frutos e ótimas perspectivas de crescimento futuro”, afirma o secretário de Portos, Aeroportos e Ferrovias, Beto Martins.

Os granéis sólidos permanecem na liderança absoluta dos segmentos de cargas atendidas, com 83,1% do total movimentado e alta de 12,9%. Mantendo praticamente a mesma tonelagem efetivada de jan-jun/2022, a operação de contêineres vem em seguida, com 11,3% da totalidade do que passou por Imbituba, em termos de toneladas. A carga geral apresentou a maior retração (-38,9%) dentre os perfis atendidos, conseguindo 5,3% da movimentação total, seguida do granel líquido, com a fatia de 0,3% e queda de 12,2% em relação ao realizado no 1º semestre de 2022.

O recorde de Imbituba vinha se confirmando ao longo do ano, após realizar os melhores meses de fevereiro, março, abril e maio, com o maior resultado mensal de todos os tempos conquistado em abril (767,8 mil toneladas). As principais cargas transportadas de janeiro a junho foram o coque de petróleo, farelos de milho e soja, contêineres, sal e milho. Seguem a lista, os fertilizantes, hulha betuminosa, trigo, toras de madeira, malte/cevada, dentre outros produtos.

“Um dos fatores responsáveis por esse incremento na movimentação foi o aumento nas operações de granéis agrícolas”, explicou o diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Luís Antonio Braga Martins. “Entre chegadas e partidas de cargas ao exterior, foram mais de 940 milhões de dólares em operações, o que gera a circulação de riquezas, renda e empregos. Essa tendência de crescimento deve continuar no segundo semestre, encerrando o ano com novo recorde operacional e grandes avanços em infraestrutura para o Porto, com as obras de ampliação do Cais 2 e recuperação e reforço do Cais 3”, complementa Braga.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt