quarta, 17 de abril de 2024
29/08/2023 17:02

PORTO BELO: empregos na construção crescem 190%


190%. Este foi o percentual de crescimento em empregos na construção civil de Porto Belo nos últimos três anos. Enquanto muitos setores da economia retraíram durante e após a pandemia, o mercado imobiliário na cidade deu um salto em volume de obras e novas frentes de trabalho no setor. Com estoque atual de 1.384 empregos (Caged/Junho), a construção civil chama atenção em relação aos números de 2020, quando estavam formalmente empregadas no setor 476 pessoas. O estoque de empregos se refere aos vínculos CLT ativos no momento do levantamento feito mensalmente pelo Ministério do Trabalho e Emprego em todo o país.

Na área compreendida pela Costa Esmeralda (Itapema, Porto Belo e Bombinhas), a cidade de Porto Belo apresenta mais que o dobro na expansão de frentes de trabalho na construção civil. A média na região está em 86% nos últimos três anos, contra os 190% de Porto Belo. Considerando que a cidade tem cerca de 27 mil moradores, com 9,6 mil delas ocupadas, o setor emprega quase 15% da mão de obra ativa. E o crescimento populacional é outro diferencial da cidade, que superou os 70% em aumento no último censo realizado pelo IBGE em 2022, ficando em segundo lugar na região da AMFRI (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí) e bem à frente das médias nacional (6,4%) e estadual (21,7%).

Construtor há mais de 23 anos e CEO da Profor, o empresário João Formento trabalha na construção de dois residenciais de alto padrão na cidade, o Reserva do Arvoredo, com entrega prevista para 2026, e o The Porto Plaza, com entrega prevista para 2027. Juntos, os dois empreendimentos somam 100 mil metros quadrados de área e geram cerca de mil empregos diretos e indiretos. “O perfil de investimento em Porto Belo expandiu consideravelmente nos últimos anos, o que nos impulsiona a projetar e construir empreendimentos direcionados a este público. Hoje, Porto Belo se destaca no cenário nacional em vários indicadores, a exemplo do PIB per capita, que é o 30º de Santa Catarina num cenário de quase 300 municípios, e também o IDH, que é de 0,792, considerado alto. As belezas naturais de Porto Belo, a excelente localização geográfica e as oportunidades de negócios são outros fatores de grande potencial que atraem pessoas dispostas a investir e a morar na cidade”, avalia, lembrando números recentemente divulgados que colocam a média em volume anual de obras autorizadas na cidade à frente da média na vizinha Balneário Camboriú.

Com o know-how de quem já entregou ao mercado 16 empreendimentos, que somam 21 torres e superam a marca dos 210 mil metros quadrados construídos na vizinha Itapema, João Formento será responsável por dar ainda mais visibilidade à região dentro de pouco tempo. É a sua construtora que assinará o Empire 234, o residencial mais alto de Itapema, sexto mais alto do Brasil e repleto de exclusividades.

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt