quarta, 28 de fevereiro de 2024
21/11/2023 15:43

Exporta Mais Brasil: durante a BFSHOW, em Porto Alegre/RS, 79 empresas brasileiras de calçados se reunirão com 38 compradores internacionais para fazer negócios

10ª rodada do programa da ApexBrasil vai ocorrer de 21 a 24 de novembro, em Porto Alegre/RS, no âmbito da 1ª edição do Brazilian Footwear Show - BF SHOW, feira internacional de calçados

Começa na próxima terça-feira (21), em Porto Alegre/RS, a 10ª rodada do Exporta Mais Brasil, programa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) que tem como objetivo ampliar as vendas externas de produtos brasileiros de diferentes setores e regiões do país.  Desta vez, o setor brasileiro de calçados, o maior da América Latina e o quinto maior do mundo, será o foco do programa, que já movimentou mais de R$130 milhões em negócios durante nove rodadas com diferentes setores.
O programa consiste na vinda de compradores internacionais ao país para negociar diretamente com empresas brasileiras de cada setor. Nesta 10ª rodada, o encontro se dará entre 38 compradores internacionais e 79 empresas do setor calçadista, que representam 138 marcas, provenientes de várias regiões do país, sendo 14 delas de liderança feminina. De 21 a 24 de novembro, o Exporta Mais Brasil do setor de calçados vai ocorrer no âmbito da 1ª edição da feira internacional de calçados Brazilian Footwear Show (BF SHOW), no Centro de Eventos FIERGS. A feira é realizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), parceira da ApexBrasil no projeto setorial Brazilian Footwear.
“Junto com a Abicalçados, nossa parceira de longa data, estamos potencializando a promoção do setor calçadista brasileiro, segmento fundamental da indústria nacional que, além de trabalhar fortemente a sustentabilidade, contribui com mais de US$ 1,3 bilhão para a balança comercial brasileira e gera, diretamente, mais de 300 mil empregos no país”, afirma o presidente da ApexBrasil, Jorge Viana, que participará, junto com a diretora de Negócios da Agência, Ana Paula Repezza, da abertura oficial da BF SHOW e da rodada do Exporta Mais Brasil em Porto Alegre/RS.
Na terça-feira (21), a partir das 14h30, Viana e Ana Repezza se farão presentes no estande institucional do Exporta Mais Brasil na BF SHOW e visitarão estandes das empresas participantes do programa. No final da tarde, junto com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, e a representante do Sebrae, Daniela Machado, analista de Articulação de Projetos de Moda do Sebrae RS, Viana e Repezza farão uma caminhada pelo evento antes da confraternização de 40 anos da Abicalçados na BF SHOW e da abertura oficial da 10ª rodada do Exporta Mais Brasil, que será às 18h30, na Sala de Convenções da FIERGS. Na ocasião, Viana apresentará ao público presente as iniciativas da ApexBrasil que visam ampliar as oportunidades para empresas brasileiras de todos os portes e setores começarem a exportar. Após a cerimônia, está prevista ainda a assinatura de manifestação de compromisso da renovação do convênio entre ApexBrasil e a Abicalçados para o biênio 2024-2026.
“O apoio da ApexBrasil demonstra a importância econômica e social do setor calçadista brasileiro e leva o nosso calçado para um patamar de referência internacional. A presença do Exporta Mais Brasil na BF SHOW reforça a nossa parceria e a assinatura do compromisso de mais um convênio que beneficiará todo o nosso setor”, afirma o presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira.
Já na quarta-feira (22), às 11h, no mesmo local do evento, haverá uma coletiva de imprensa com a participação da gerente de Indústria e Serviços da ApexBrasil, Maria Paula Velloso, e outros convidados representantes da Abicalçados, Sebrae, governo do Estado, prefeitura de Porto Alegre e empresários. 
Rodadas de negócios e visitas técnicas
Ao longo dos três dias de agenda, os 38 compradores internacionais visitarão a BF SHOW e, no próprio estande de cada uma das 79 empresas participantes do programa, farão as reuniões de negócio. 
Já a sexta-feira (24) será reservada para visitas técnicas dos estrangeiros às fábricas de algumas das calçadistas participantes do programa, entre elas Calçados Gonçalves, Calçados Bibi e Mould Calçados. As visitas fazem parte da programação de todas as rodadas do Exporta Mais Brasil, pois tem como objetivo mostrar aos possíveis compradores internacionais como é feita a produção brasileira. “Ao visitar as fábricas, eles passam a entender melhor como funciona o processo produtivo nacional. Isso facilita as vendas, pois demonstra toda a qualidade e sustentabilidade dos nossos calçados, e torna a negociação mais transparente e segura”, afirma  Repezza.  

O setor de calçados brasileiro

O Brasil é o maior produtor de calçados da América Latina e o quinto maior produtor no ranking mundial, ficando atrás apenas dos asiáticos: China, Índia, Vietnã e Indonésia. Diferentemente dos demais grandes produtores, o Brasil possui uma cadeia produtiva ampla e integrada, o que lhe permite uma produção segmentada entre todos os tipos de calçados (infantis, masculinos e femininos), e diferentes materiais (couro, sintéticos, têxteis, entre outros). Há produção de calçados em 25 estados brasileiros, com destaque para a região Nordeste, que responde por 50% dos calçados exportados, sendo, portanto, a principal produtora e principal exportadora de calçados do País.
O ano passado foi de recuperação para o setor após as perdas provocadas pela pandemia de Covid-19. Em 2022, as exportações de calçados somaram 142 milhões de pares e US$ 1,3 bilhão exportados, incrementos de 16,7% e de 49%, respectivamente, ante o mesmo período de 2021.
Puxado pelas exportações, em 2022, houve um acréscimo de 3% na produção do setor: foram mais de 840 milhões de pares produzidos no país e exportados para mais de 165 destinos em todo o mundo, nos tornando o 10º principal exportador de calçados em nível mundial, demonstrando a força desse setor no que tange à presença global dos calçados brasileiros.
A recuperação das exportações também refletiu diretamente na geração de empregos, principalmente porque os embarques cresceram, em sua maioria, no segmento de calçados de maior valor agregado - couros -, que exigem mais mão de obra no processo de fabricação. Em 2022, o setor encerrou o ano gerando 24,6 mil postos de trabalho na atividade, encerrando o ano com 296,4 mil pessoas empregadas diretamente na indústria calçadista, sendo que destas, 50,5% são mulheres. Trata-se do melhor resultado dos últimos sete anos.
A indústria calçadista brasileira desempenha, portanto, um importante papel na economia do País, representando 3% do PIB da Indústria de Transformação. No que se refere à empregabilidade, especialmente em estados do Nordeste, com destaque para o Ceará, Paraíba e Bahia, onde a participação da indústria de calçados na empregabilidade é de 28,7%, 21% e 17,9%, respectivamente.

Sobre a BFSHOW
A Brazilian Footwear Show - BFSHOW é a grande vitrine do calçado brasileiro, do Brasil para o Brasil inteiro, do Brasil para o mundo. Com duas edições anuais, a feira apresenta as coleções Outono/Inverno e Primavera/Verão de marcas femininas, masculinas, infantis e esportivas. Será o ponto de encontro do calçado “made in Brazil” com lojistas nacionais e compradores internacionais. 
Esta será a primeira edição da feira, de 21 a 23 de novembro, em Porto Alegre/RS, organizada e liderada pela própria Abicalçados. A relação completa dos expositores encontra-se no website: https://bfshow.com.br/marcas-expositoras/.
Mais informações em https://bfshow.com.br/ 

Sobre o Exporta Mais Brasil
Com o slogan “Rodando o país para as nossas empresas ganharem o mundo”, o programa Exporta Mais Brasil busca uma aproximação ativa com todas as regiões do país para potencializar suas exportações. Por meio do programa, empresas brasileiras estão tendo a oportunidade de se reunir com compradores internacionais que vêm ao país em busca de produtos e serviços ligados a setores específicos. Até o final deste ano, serão congregados ao todo mais de 100 compradores estrangeiros e 300 empresas brasileiras de 13 diferentes setores. Trata-se de uma iniciativa inédita e de alcance nacional. 

Até agora, o programa já resultou em mais de R$ 130 milhões em negócios, reunindo 73 importadores e mais de 200 empresas brasileiras. Os setores de móveis, rochas ornamentais, cafés Robustas Amazônicos, artesanato, pescados, cervejas especiais, cosméticos, mel e cafés Arábicas já foram contemplados.  

Após a rodada do setor de calçados, em Porto Alegre/RS, será a vez dos produtos amazônicos, que terão um programa da ApexBrasil exclusivo para a Região, o Exporta Mais Amazônia, e será lançado no próximo dia 25, no Acre. Em seguida serão contemplados os setores de frutas, em Recife, e do audiovisual, no Distrito Federal. 
Saiba mais em  https://apexbrasil.com.br/exportamaisbrasil 
 
Sobre a ApexBrasil 
A ApexBrasil atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência apoia atualmente cerca de 15 mil empresas em 80 setores da economia brasileira.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt