domingo, 23 de junho de 2024
19/03/2024 18:21

Volume de fretes do agro cresce e impulsiona procura por tecnologias que impedem o roubo de cargas de caminhões

O volume de fretes do agro acabou registrando crescimento de 21,4% no quarto trimestre de 2023, em comparação com o mesmo período de 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, ou seja, a soma de todos os bens e serviços produzidos pela economia nacional, encerrou o ano de 2023 com uma alta de 2,9%, um total de R$ 10,9 trilhões, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A atividade agropecuária foi o grande destaque. Teve crescimento de 15,1% de 2022 para 2023.

Em consequência do crescimento do setor no Brasil, o volume de fretes do agro acabou registrando crescimento de 21,4% no quarto trimestre de 2023, em comparação com o mesmo período de 2022. Os dados foram divulgados pela Frete.com, plataforma online de transporte de cargas da América do Sul. O setor agro representa 34% dos fretes divulgados na plataforma.
E justamente por ser um setor tão lucrativo, ele acaba se tornando um alvo perfeito para os criminosos especializados no roubo de cargas de caminhões. Segundo dados da Overhaul, em 2023, houve mais de 17.000 ocorrências de roubo de cargas no Brasil, um aumento de quase 5% em relação ao ano de 2022. Sete em cada dez roubos ocorreram no eixo Rio - São Paulo. O relatório ainda revela que as cargas mais visadas pelos criminosos eram aquelas que transportavam alimentos e bebidas.
“Geralmente, quando há preocupação de um possível risco de desabastecimento, como o que aconteceu com os fertilizantes, os produtores tendem a aumentar seus pedidos de modo a minimizarem prejuízos decorrentes de uma possível falta de estoque. Como esse tipo de produto é uma carga bastante visada, as estatísticas de roubo a cargas tendem a aumentar drasticamente” - explica Luiz Henrique Nascimento, diretor comercial da T4S Tecnologia.
Após sentir na pele como era amargar prejuízos por conta do roubo de cargas, Nascimento, Marcílio Machado e Enrico Rebuzzi decidiram apostar em uma empresa especializada em tecnologia para evitar que os criminosos tivessem êxito em suas ações. Antes da T4S, os empreendedores tinham uma empresa de logística, só que a empresa sofria muito por conta dos roubos de cargas frequentes, então eles enxergaram uma oportunidade de negócio até então pouco explorada no Brasil.                  
Sendo assim, a empresa que começou como uma startup em 2017 hoje já atende clientes como FedEx, JSL e a P&G. O foco da empresa é oferecer soluções inovadoras, como é o caso do Imobilizador T4S, um pequeno e camuflado atuador sem fio que fica escondido no veículo e bloqueia automaticamente o caminhão em caso de utilização de jammer, conhecido também como capetinha, vandalismo e desvio de rota.
Em outubro de 2022, o Imobilizador T4S registou o maior salvamento da história do atuador. O sistema detectou Jammer e bloqueou automaticamente o veículo na rodovia. O veículo em questão era de um cliente da T4S da área farmacêutica, e estava com uma carga avaliada em R$ 6 milhões. O motorista, o veículo e a carga ficaram intactos.
Com o objetivo de proteger a carga no interior do baú, a T4S criou a Blindagem Elétrica, que são painéis de alta resistência contra perfurações e cortes, que são energizados caso aconteça tentativas de arrombamento. Quando o criminoso tenta roubar a carga do caminhão, ele recebe um choque não-letal. Além disso, por conta do isolamento elétrico, o choque só será sentido por quem tentar perfurar ou cortar os painéis, fazendo da solução 100% segura para trabalhadores e transeuntes.                                 
Sobre a T4S Tecnologia
Enrico Rebuzzi e Luiz Henrique Nascimento são fundadores do maior operador logístico de e-commerce no Brasil, a Direct Express/Directlog. Pela gestão de Rebuzzi e Nascimento, a Directlog se tornou líder de mercado e os executivos decidiram alçar novos voos ao investirem em conjunto com um terceiro sócio, Marcílio Machado, Consultor de TI e Engenheiro graduado pelo ITA, em um modelo de negócio ligado à tecnologia para o setor de transporte. Com uma visão empreendedora, transformaram uma das principais dificuldades do transporte de cargas em oportunidade de investimento, criando soluções para a melhoria da segurança. Assim nasceu a T4S Tecnologia, com a missão de inovar e contribuir de forma decisiva no combate aos prejuízos milionários dos roubos de carga no país.
Saiba mais em www.t4stecnologia.com.br




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt