sexta, 20 de outubro de 2017
16/10/2017 15:47

Multilog recebe materiais do Cirque du Soleil

Focada no sucesso da operação, a equipe Multilog montou um planejamento estratégico que reuniu todos os envolvidos e conquistou resultados surpreendentes

A rotina do Porto Seco de Jaguarão (RS) mudou bastante nos últimos dias e superou positivamente as expectativas da própria equipe. É que a empresa montou uma estrutura especial para atender a operação do Cirque du Soleil, que trouxe seus materiais, cenários e estruturas para apresentações em São Paulo e no Rio de Janeiro.

A operação atuou desde a entrada do veículo, o estacionamento, a verificação da mercadoria, a liberação da carga e saída do veículo. A Receita Federal e a Aduana Uruguaia disponibilizaram fiscais específicos para a realização da liberação e flexibilizaram os horários de atendimento.

O grupo circense optou pelos serviços da Multilog pela agilidade e a escolha de Jaguarão (RS) foi pelo posicionamento geográfico da cidade - a menor distância entre Montevidéu, no Uruguai, e São Paulo. Outro diferencial que pesou na escolha foram as Aduanas integradas no Porto Seco de Jaguarão.

Roger da Costa Mendes Ribeiro, gerente de Operações na Multilog Jaguarão, conta que a Multilog realizou um planejamento estratégico, que envolveu também os órgãos anuentes e o cliente. “Nosso objetivo foi ajustar os detalhes e garantir que a operação fosse bem sucedida”, argumenta.

O gerente detalhou que a operação movimentou 80 veículos e mais de 1,2 toneladas de mercadorias, que chegaram de Montevidéu em contêineres e foram transportadas por caminhão para São Paulo e, na sequência, irão para o Rio de Janeiro.

Ele destaca que a equipe não mediu esforços e os resultados foram surpreendentes. “O tempo médio para liberar uma importação gira em torno de 24 horas e nossa média nessa operação foi de 3:35 horas. Chegamos a liberar um desses veículos em 0h54. Toda a equipe está de parabéns!”, finaliza Roger.

Rafael Catarino, diretor da Cargo Way, empresa que participou ativamente desta  operação, também comemora os resultados positivos. “A flexibilidade e entendimento da Receita Federal quanto ao projeto, a estrutura e a dedicação dos profissionais da Multilog, foi determinante para a escolha da Multilog Jaguarão. Obtivemos o melhor resultado de liberação aduaneira da historia da nossa empresa e creio que o planejamento e o trabalho em conjunto da Receita Federal, Cargo Way, Multilog e FT Comex foi determinante para o sucesso da operação”, enaltece.

Cirque du Soleil

Criada no Canadá, em 1984, por dois artistas de rua, o Cirque du Soleil é atualmente a maior companhia circense do mundo. O espetáculo Amaluna, que está em cartaz no Brasil, fica em São Paulo até o mês de dezembro e, na sequência, segue para o Rio de Janeiro.

Amaluna convida o público a uma misteriosa ilha governada por Deusas e guiada pelos ciclos da lua. Para marcar a passagem de sua filha Miranda à idade adulta, a rainha Prospera comanda uma cerimônia que homenageia a feminilidade, a renovação, o renascimento e o equilíbrio, e marca a passagem dessas ideias e valores de uma geração a outra.

Após uma tempestade causada por Prospera, um grupo de jovens aporta na ilha, desencadeando uma história épica e emocional de amor entre a filha de Prospera e um bravo jovem pretendente. Mas o amor deles será posto à prova. O casal deve enfrentar inúmeras provações difíceis e superar dramáticos contratempos antes que eles possam alcançar a confiança mútua, fé e harmonia.

Amaluna é uma fusão das palavras ama, que se refere a "mãe" em muitas línguas, e luna, que significa "lua"; um símbolo de feminilidade que evoca tanto a relação mãe-filha quanto a ideia de deusa e protetora do planeta. AMALUNA é também o nome da misteriosa ilha onde esta história mágica se desenrola.

Amaluna estreou em Montreal em 2012 e desde então já passou por 30 cidades de 10 países e foi visto por mais de 4 milhões de espectadores.

Conheça a Multilog:

A Multilog é o maior Recinto Alfandegado da América Latina. Presente nos três estados do Sul, conta com uma área alfandegada de mais de 1 milhão de m².

 Disponibiliza uma infraestrutura composta por:

- 4 Centros Logísticos e Industriais Aduaneiros,

- 5 Portos Secos,

- 5 Centros de Distribuição

- 1 Terminal de Carga Aérea – TECA

- além da estrutura de transportes.

Os Portos Secos de fronteira são destaques da Multilog. Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, é,  atualmente, o maior Porto Seco do gênero na América Latina e o terceiro maior do mundo. A empresa conta com mais dois outros Portos Secos no estado gaúcho, em Santana do Livramento e em Jaguarão.

Já em Foz do Iguaçu, no Paraná, disponibiliza o maior Porto Seco do país em movimentação de veículos por dia.

A Multilog está estrategicamente localizada próxima dos principais portos, aeroportos e corredores logísticos de importação e exportação do sul do Brasil, o que facilita as operações e coloca à disposição dos clientes estrutura e equipes dedicadas, com mais de 850 colaboradores, para atender operações específicas.




© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt