quarta, 10 de agosto de 2022
29/11/2021

Empresário Vilton Santos é reeleito presidente da CDL de Balneário Camboriú


 

Vilton João dos Santos foi reeleito para o cargo de presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Balneário Camboriú (CDL BC) para o biênio 2022/2023. Com Vilton na presidência e o empresário Álvaro Santos, na vice presidência, a Chapa 1 somou 70 votos. A Chapa 2, encabeçada pelos empresários Daniel Cenci (candidato a presidente) e Eliane Colla (vice), recebeu 49 votos em eleição realizada na quarta, dia 24. A posse da nova diretoria ocorrerá no inicio do próximo ano.

 

A CDL é a entidade associativista empresarial mais antiga de Balneário Camboriú. Em 44 anos de história, esta foi a primeira vez que a entidade teve uma disputa eleitoral com duas chapas. O objetivo da nova diretoria é seguir incentivando o empreendedorismo local e ampliando oportunidades para geração de negócios ao setor do comércio, serviços e indústria de Balneário Camboriú. Uma das premissas da entidade é incentivar a capacitação profissional e a formação de líderes nas empresas.  

 

Além de cursos e workshops presenciais que voltou a promover neste segundo semestre, a entidade também lançou em julho deste ano a UNICDL – Academia de Negócios, uma plataforma virtual de cursos e geração de conteúdo focados no Empreendedorismo e na capacitação para as áreas de Vendas, Marketing, E-commerce e Inteligência Emocional.

 

Além de fomentarem o associativismo e a representatividade da economia local junto à sociedade civil organizada, empresas associados à CDL BC dispõem de uma série de vantagens. Entre elas estão as consultas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), descontos especiais em cursos e workshops, serviços como a emissão de certificação digital, além de usufruir de convênios com clínicas médicas e odontológicas, plano de saúde, universidades, escolas de inglês, serviços de informática e lojas do comércio local. O empresário vinculado à entidade tem ainda participação gratuita nas Rodadas de Negócios da CDL e cafés da manhã com associados.

 

Para montar a diretoria que comandará a entidade nos próximos 2 anos, Vilton Santos se propôs a reunir um time de peso, com a participação de empresários com vasta experiência frente à entidades importante como Acibalc, Sinduscon e a própria CDL, e na gestão de seus próprios negócios. “Nossa missão é seguir buscando, cada vez mais, representatividade e voz ativa da CDL frente a assuntos importantes como funcionamento do centro de eventos, segurança, transporte público municipal e fortalecimento das pequenas e médias empresas da cidade”, conclui o presidente reeleito.

 

DIRETORIA CDL BC – Gestão 2022/2023

Presidente: Vilton  Santos

Vice: Álvaro Santos       

Diretora Financeira: Nizete Evaristo

Diretor SPC e serviços: Moises Rossi

Diretor Secretário: Carlos Ricardo Luz

Diretor de Relações Institucionais: Luis Aquino Vieira

Diretor de RP e eventos: Joao Tomas Pereira

Diretor de Câmaras Setoriais: Carlos Dalben

Diretor de Assessoria Pública e Política: Carlos Haacke

Diretor Comercial e de Marketing: Cláudio Machado

Diretora CDL mulher: Tayana Nitz

 

Conselho Fiscal:

Efetivos:

Fabio Colla

Beto Cruz 

Thiago Karrer          

 

Suplentes:

Miro Teixeira

 Marina Silva

Nádia Rothemberg Luz



Blog

Países do ‘BRICS’ debatem como alavancar qualificação para indústria 4.0

A qualificação de profissionais para ocupações cada vez mais tecnológicas é foco dos trabalhos de um grupo de especialistas do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o chamado BRICS. A participação brasileira é liderada pela Confederação Nacional da Indústria, por meio do SENAI, a partir de indicação dos ministérios da Casa Civil e da Educação. O objetivo é criar estratégias para promover a capacitação padronizada entre os países.

“Somos reconhecidos por aliar a teoria e a prática. As discussões que estão em curso no grupo formado pelos países do BRICS vêm sendo amplamente abordadas em nossas formações. Não é uma agenda apenas de entidades privadas, ela exige políticas públicas mais robustas, com respaldo técnico e competência para guiar os debates”, destaca o diretor-regional do SENAI, Fabrizio Machado Pereira.

São oito grupos de trabalho, sendo um deles voltado para as áreas de inteligência artificial, machine learning e big data, coordenado pelo professor Valério Junior Piana, do Centro Universitário do SENAI em Chapecó. “Os grupos debatem temas como a falta de profissionais qualificados para atuar com as tecnologias da indústria 4.0 e as habilidades fundamentais para o futuro do trabalho, não apenas na indústria, mas também em outras áreas”, afirma Piana. “Estamos focando nas ocupações mais tecnológicas e o que fazer diante da falta de profissionais”, acrescenta.

Piana, que no SENAI coordena os cursos de graduação e pós-graduação em TI, cita, principalmente, a falta de profissionais qualificados na área de tecnologia para atuar com programação, automação e outros setores. O grupo de trabalho do BRICS atua com base no relatório do Fórum Econômico Mundial, que elenca habilidades que as pessoas precisam ter ou desenvolver, como criatividade, solução de problemas complexos, trabalho em equipe, entre outras, incluindo as habilidades e conhecimentos técnicos.

O grupo está elaborando uma proposta de esforço conjunto dos países para capacitar a força de trabalho. “Algumas alternativas que estamos sugerindo são a implementação de laboratórios-modelo, equipados para desenvolver as capacidades necessárias para o mundo do trabalho, e cursos de graduação e pós-graduação com currículos padronizados entre os países”, relata Piana.

O SENAI é referência mundial em qualidade de ensino. Capacita os trabalhadores da indústria por meio de educação profissional e superior, consultorias especializadas e serviços de inovação voltados ao desenvolvimento e à competitividade industrial. A instituição está presente em todos os estados brasileiros.

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt