quinta, 01 de outubro de 2020
06/08/2020 17:49

Santa Catarina registra crescimento de 29,27% nos emplacamentos de veículos automotores Em julho dando seguimento a recuperação


A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Santa Catarina (Fenabrave-SC), entidade que representa 545 concessionárias de veículos automotores de todo o estado dos segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões, tratores e máquinas agrícolas, motocicletas, e Implementos rodoviários, divulga o desempenho do setor automotivo no mês de Julho de 2020.

 

De acordo com o levantamento, as vendas de julho de 2020 foram maiores se comparadas com o mês de junho do mesmo ano. Se computados todos os segmentos foram emplacadas 14.121 unidades em julho contra 10.924 em junho. Quando comparados o acumulado dos primeiros 7 meses de 2020 com o mesmo período de 2019, houve queda de -24,45%.

 

No segmento específico de automóveis e comerciais leves, houve acréscimo de 19,45%, sendo emplacadas 8.475 unidades em julho 2020 contra 7.095 em junho. Já quando comparamos o acumulado de janeiro a julho deste ano com o mesmo período de 2019 encontramos queda de -28,25%.

 

Quanto ao segmento de motos em Santa Catarina, as vendas tiveram acréscimo de 100,87% em julho, em relação ao mês de junho 2020. Foram emplacadas 2.772 unidades em julho e 1.380 em junho. Se comparadas com o acumulado de 2020 em relação ao mesmo período de 2019 a queda foi de -22,09%.

 

A frota circulante em Santa Catarina soma, hoje, 5.331.276 veículos, sendo que a maioria é de automóveis, em um total de 3.025.442.

Segundo o presidente da FENABRAVE-SC, Júlio Schroeder, e em linha com o que foi divulgado pela Fenabrave nacional, o maior volume de vendas do mês de julho, mesmo considerando que houve mais dias úteis do que em junho, começa a demonstrar um maior nível de confiança dos consumidores. O mesmo acontece com os financiamentos, que tiveram melhores números de aprovações. Mas apesar do aumento ter sido vigoroso em julho, quando analisadas as vendas no acumulado deste ano em relação ao mesmo período de 2019, temos o registro de uma queda bem acentuada, na ordem de 25%. Estes dados recomendam atenção redobrada para o segundo semestre. “Ainda está muito difícil fazer-se previsão de que as vendas registradas neste mês de julho se mantenham”, comenta Schroeder.

Na Região da Grande Florianópolis houve acréscimo de 42,37% em relação ao mês anterior, com 3.004 unidades em junho de 2020 contra 2.110 do mês anterior. Já no acumulado do ano, a queda foi de -24,68%.

 

Na Região Norte, os números tiveram acréscimo de 17,90% entre julho e junho 2020, num total de 2.424 emplacamentos em julho, contra 2.056 em junho. No acumulado do ano houve queda de -23,25% em relação ao mesmo período do ano anterior.

 

A Região Oeste apresentou crescimento de 30,67% nas vendas de julho ao se comparar com o mês anterior, sendo 2.275 veículos emplacados em junho e 1.741 em junho deste ano. Houve queda de -21,69% se comparadas as vendas acumuladas dos primeiros 7 meses deste ano, com o mesmo período do ano anterior.

 

A Região do Planalto Serrano registrou acréscimo de 19,66% nas vendas em relação ao mês anterior. Foram emplacados 493 veículos em julho de 2020 contra 412 em junho. No acumulado do ano, em relação ao mesmo período do ano anterior, houve queda de -27,00%.

 

A Região Sul registrou acréscimo de 19,85% em julho de 2020 se comparado a junho, num total de 1.890 unidades contra 1.577. No acumulado do ano, em relação ao mesmo período do ano anterior, a queda foi de -26,12%.

 

Na Região do Vale do Itajaí foram emplacados 33,26% veículos a mais em julho de 2020 do que em junho do mesmo ano, num total de 4.035 em julho contra 3.028 em junho. Se comparado o acumulado de 2020 em relação a 2019, houve queda de -24,42%




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt