terça, 23 de abril de 2024
08/09/2022 17:42

APM Terminals vê o Brasil como mercado essencial para crescimento e continua focada em investimentos no país

Em visita ao Brasil, o Head Global de Crescimento da APMT falou sobre os investimentos da empresa no país, novos negócios e projetos

Martijn Van Dongen, Head Global de Crescimento da APM Terminals, braço de logística portuária da A.P. Moller – Maersk, esteve  no Brasil no início deste mês onde participou do evento oficial de aquisição da Unidade Produtiva Isolada (UPI-B Cais Sul) do Estaleiro Atlântico Sul (EAS), no Porto de Suape, em Pernambuco. Em agosto, a Justiça de Ipojuca confirmou a APM Terminals como vencedora oficial do leilão judicial e no dia 26 de julho, a empresa apresentou a proposta vencedora para desenvolver e operar um terminal de contêineres e carga geral.

Durante o evento em Suape, que contou com autoridades municipais e estaduais, Martijn Van Dongen, confirmou o foco da APM Terminals no Brasil como um dos principais mercados da América Latina, onde a empresa já fez investimentos nos últimos anos e onde projetos futuros estão em andamento. 

“À medida que o mercado cresce, as empresas brasileiras precisam cada vez mais de soluções logísticas para atender às suas ambições e para acessar facilmente seus mercados de importação e exportação. Vemos nosso papel como operador de terminal de contêineres em garantir que a logística não se torne um obstáculo nisso, mas sim o contrário – que apoie a ambição de crescimento e crie oportunidades no futuro”, comenta Martijn Van Dongen.

Atualizações de infraestrutura

Nos últimos anos, a APM Terminals modernizou os equipamentos de seu terminal de Pecém (Ceará) – um investimento de R$ 150 milhões trouxe três guindastes pórticos sobre rodas para operação de contêineres no pátio e um guindaste Ship-to-Shore (STS) para operações de navios. O equipamento foi comissionado a tempo para a safra de 2022, que desempenha um papel crucial para a economia local. O terminal registrou um crescimento de volume de 10% e movimentos recordes em 2021, além de um crescimento de 6% na cabotagem especificamente. A APM Terminals Pecém continua sendo a principal porta de entrada para embarques de frutas para fora do Brasil e em 2021 registrou um crescimento de volume de 20% em relação ao ano anterior na exportação de frutas do Nordeste brasileiro para a Costa Leste da América do Norte e Europa. Para 2022, os números devem chegar a 470 mil TEUs, o que significaria mais crescimento ano a ano.

Além disso, para melhorar a movimentação de cargas frigoríficas, de grande importância para o porto, o número de plugs aumentou gradativamente de 1.088 para 1.388 em 2022, com novos pontos instalados no Terminal Multi Utilitário (TMUT) dobrando a capacidade da área.

A BTP, terminal de joint venture da APM Terminals em Santos (São Paulo), espera renovar seu contrato de concessão antes do final do ano, adicionando capacidade muito necessária no porto de Santos. A empresa também apoiou a expansão do terminal de Itapoá (Santa Catarina), onde detém 30% de participação, por meio da adição de mais pátio e equipamentos de movimentação de contêineres (5 RTGs, 9 TTs, 2 Reach Stackers e 1 scanner).

Nova licitação para terminal de contêineres em Santos

A operadora do terminal de contêineres também está avaliando a participação no arrendamento da Saboo/STS10, para a construção e operação de um 4º terminal de contêineres em Santos, que, juntamente com o aprofundamento do canal de acesso ao Porto de Santos, poderá liberar o valor significativo para os exportadores e importadores através da atração de navios maiores para a Costa Leste da América do Sul.

“A nossa estratégia se baseia em três pilares – Safer, Better, Bigger (mais seguro, melhor e maior, em tradução livre) – e crescer onde faz sentido para servir melhor os nossos clientes ou melhorar o nosso desempenho operacional é um elemento chave do pilar "Maior"”,  acrescenta Martijn Van Dongen.

A visita de Van Dongen ao Brasil coincide com a visita do CEO da A.P. Moller – Maersk, Søren Skou à América Latina, confirmando ainda mais a relevância da região para a Maersk e APM Terminals, que continuarão atentos a oportunidades futuras.

Sobre APM Terminals

A APM Terminals opera uma das redes portuárias mais abrangentes do mundo. Nosso objetivo é ajudar os clientes de linha de navegação e terrestres a expandir seus negócios e obter melhor eficiência, flexibilidade e confiabilidade da cadeia de suprimentos.

Nossa equipe de 22.000 profissionais está focada em fornecer a excelência operacional e as soluções que as empresas precisam para atingir seu potencial. Os 75 terminais em nossa rede global são operados exclusivamente pela APM Terminals ou em conjunto com um parceiro de joint venture. Isso equivale a lidar com cerca de 250 atracações de navios por dia e 12,8 milhões de movimentos por ano.

A APM Terminals faz parte da A.P. Moller-Maersk.

www.apmterminals.com

 

Martin, Paulo Câmara, governador de Pernambuco, e Roberto Gusmão, diretor-presidente do Porto de Suape
FOTO: Flávio Japa/SEI




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt