sexta, 12 de abril de 2024
09/05/2023 19:11

Porto de São Francisco do Sul - Concluída a dragagem de dois berços de atracação


Para manter a eficiência e a segurança da navegação, dois berços de atracação do Porto de São Francisco do Sul passaram pelo processo de dragagem.

O serviço foi realizado pela draga russa Optimus, durante o mês de abril, e consistiu na manutenção da profundidade dos berços 301 e 302 do Terminal Santa Catarina (Tesc), área arrendada há mais de duas décadas no complexo portuário do Norte catarinense.  Ao todo, o Porto de São Francisco conta com sete berços.

 

Na operação foram dragados aproximadamente 100 mil metros cúbicos de sedimentos, equivalente à capacidade de transporte de 2 mil caminhões trucados.

Objetivo foi manter a profundidade de 14 metros no Berço 301 e de 12 metros no Berço 302, fundamental para a segurança nas atracações de navios com calado de até 12,80 metros, no primeiro berço, e 11 metros, no segundo.

A contratação da draga foi efetuada pelo Tesc, que também arcou com os custos da obra.

 

A embarcação Optimus é a mesma que foi utilizada no alargamento da Praia dos Ingleses, em Florianópolis, em março, pouco antes de começar os trabalhos de dragagem no Porto de São Francisco do Sul.

 

Como funciona a dragagem

A dragagem consiste na remoção de sedimentos e materiais depositados no fundo do mar, para aumentar a profundidade e melhorar as condições de navegabilidade e garantir a capacidade operacional dos portos.

A necessidade de dragagem é constante, uma vez que os sedimentos são depositados naturalmente pela ação das correntes, das marés e da erosão costeira.

 

Além de melhorar a navegabilidade, a dragagem periódica no Porto de São Francisco pode ser considerada um investimento, pois aumenta a sua capacidade de operação, atraindo mais investimentos e gerando mais empregos e renda para a comunidade francisquense.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt