segunda, 15 de julho de 2024
20/11/2023 16:24

Black Friday: confira dicas para aproveitar a data e evitar endividamento

Educador financeiro do Sicoob ressalta a importância da conscientização para fugir de ciladas e realizar compras conscientes

Está chegando o maior período de promoções do comércio brasileiro: a Black Friday será realizada em 24 de novembro e já começa a empolgar boa parte da população. No ano passado, estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) mostrou que o período movimentou mais de R$ 6 bilhões em todo o país.

Mesmo com o “dinheiro extra” do 13º salário na conta, é preciso, no entanto, tomar alguns cuidados para não cair em uma grande cilada neste mês: o endividamento. “Muita gente espera ansiosamente pela Black Friday todo ano, mas é preciso se atentar se as compras vão caber no orçamento e se não vão atrapalhar o planejamento financeiro da família”, diz Eduardo Trigueiro, educador financeiro do Sicoob.

Planejar antes de se aventurar nas compras da Black Friday é uma estratégia inteligente que pode fazer toda a diferença no bolso e na satisfação do consumidor. Com a tradição cada vez mais enraizada no comércio brasileiro, antecipar-se aos irresistíveis descontos é crucial para evitar impulsos desnecessários e garantir que as compras se alinhem aos objetivos financeiros.

Ao inserir a Black Friday no calendário de planejamento financeiro, os consumidores podem identificar previamente suas reais necessidades, estabelecer prioridades e pesquisar preços, permitindo que aproveitem verdadeiramente as ofertas, sem cair em armadilhas consumistas.

A principal dica do especialista é justamente colocar na ponta do lápis, antes do período das promoções, o quanto se está disposto a gastar com as compras. “Não adianta chegar no dia e ver vários descontos pulando na tela e sair gastando com tudo.”

Outra dica é ter clareza sobre a soma de parcelas na fatura do cartão. “Muitas vezes a gente se engana e pensa ‘é só 10x de R$ 10’, por exemplo. Mas somando esses R$ 10 com outros gastos que você teve ao longo do ano, essa fatura pode acabar estourando o orçamento e isso é péssimo para os próximos meses. É crucial evitar que a fatura do cartão de crédito comprometa as finanças futuras com parcelamentos”, afirma.

Nesse sentido, frear a empolgação é um ótimo primeiro passo. “Costumo dizer que o consumidor tem que se atentar se realmente necessita daquele produto. Comprar um smartphone novo, um eletrodoméstico mais moderno, uma televisão...tudo isso é muito fácil, mas você realmente precisa daquilo e se planejou para esse momento?”, pergunta.

O educador também ressalta que é preciso estar atento para não cair em pegadinhas, como o aumento temporário de preços antes da Black Friday, seguido por uma suposta redução que sugere um desconto expressivo. “Existem ferramentas fáceis e gratuitas de usar, que ajudam nesse monitoramento de valores, evitando pagar o que seria o preço normal do produto”.

Para quem já tem a programação de fim de ano, vale antecipar presentes que porventura serão oferecidos aos familiares e amigos. “É uma excelente oportunidade de evitar gastos maiores nas proximidades do Natal, por exemplo”.

Atenção aos golpes!

Nesse período, ressalta o Sicoob, os cibercriminosos ficam ainda mais alvoroçados, buscando enganar consumidores desavisados. Os golpes estão cada vez mais engenhosos e os criminosos utilizam da “lábia” para enganar os compradores.

Prestar atenção na URL do site em que está comprando o produto, desconfiar de valores muito baixos, não clicar em links repassados por mensageiros e estar atento às maquininhas quando passar o cartão são algumas dicas para evitar ciladas nesse período.

Clínicas Financeiras

Para ter mais dicas de como não gastar muito e fugir de problemas na Black Friday, agende uma conversa com orientador financeiro do Sicoob aqui. É simples, rápido e gratuito! “Não precisa ser cooperado ou ter ligação com o Sicoob, é um serviço pra a população em geral”, finaliza Trigueiro.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt